Bicicleta Ergométrica Horizontal ou Vertical

Bicicleta Ergométrica, todo mundo sabe que exercitar-se faz bem à saúde, ao corpo e à mente. Auxilia na concentração, condicionamento físico, fortalecimento de músculos, definição do corpo, e muitas outras coisas que nem  podemos citar que ficaríamos horas listando.

Ergometrica-horizontal-supertech
Ergometrica-horizontal-supertech

As opções para exercícios são inúmeras, seja ao ar livre, seja na academia ou em casa – cada um tem a sua preferência e o importante é que pratiquem, independentemente do tipo de exercício. Claro que, de preferência com orientação médica, mediante avaliação física, e com acompanhamento de um profissional de esportes, mesmo que seja somente para ele montar um programa de exercícios que você possa praticar em casa.

Há quem prefira exercitar-se nos aparelhos de ginástica – esteira, bicicleta ergométrica, elíptico ou outros. Eles são tão eficientes quanto qualquer outro tipo de exercício. E a vantagem é que, quem não curte academia pode ter um desses equipamentos em casa e exercitar-se regularmente.
Para quem curte a bicicleta ergométrica, elencamos algumas informações que ajudam a entender quais as diferenças entre a bicicleta ergométrica horizontal e a vertical, quais seus benefícios de ambos os tipos e algumas outras informações.

Bicicleta Ergométrica Horizontal ou Vertical?
Na academia elas são, na maioria dos casos, utilizadas como aquecimento antes de começar a aula. Em casa, elas muitas vezes viram enfeites – porque para malhar em casa é preciso disciplina. O que não consideramos é que um bom treino na bicicleta ergométrica traz tantos benefícios quanto qualquer outra aula que você faça na academia.
Sabe por quê? Porque pedalar é um exercício aeróbico que se mostra bem eficiente para melhorar o condicionamento físico e para ajudar na redução de peso. Não que somente o exercício na bicicleta vá promover a perda de peso, mas vai ajudar no processo, que depende também de outros fatores além da prática de atividade física. A bicicleta ergométrica é um ótimo meio de conseguir pernas e glúteos mais torneados, firmes e definidos.
Bem, isso significa que é hora de ver a bicicleta ergométrica com outros olhos, não? É uma grande aliada, pense nisso.
Agora, a questão é: qual das duas escolher? A bicicleta ergométrica horizontal ou vertical? Bem, vejamos o que cada uma delas nos diz.

Bicicleta ergométrica horizontal

Conhecida também como bicicleta reclinada, a bicicleta ergométrica horizontal, pela posição, favorece quem tem dor nas costas e dores no pescoço. Ela é ainda indicada em alguns casos específicos: para mulheres grávidas, para quem está com sobrepeso e para pessoas mais velhas.
Os exercícios nesse tipo de bicicleta ajudam na recuperação muscular, melhoram a circulação sanguínea e auxiliam na perda de massa de gordura. A bicicleta ergométrica horizontal se mostra muito eficiente na tonificação das pernas e glúteos, e minimiza os impactos nas articulações. Pedalar em uma posição mais natural reduz a fadiga e aumenta a habilidade e também a vontade do usuário de continuar se exercitando.

Bicicleta ergométrica vertical
Na bicicleta ergométrica vertical, o trabalho é mais intenso, pois você pode simular a ação de escalar morros ou de andar em uma bicicleta comum, pedalar ao ar livre. Ela trabalha, além dos músculos das pernas e glúteos, os músculos das costas. Também promove uma melhora do condicionamento físico, da capacidade cardiorrespiratória e auxilia na perda de gordura. Muitas pessoas relatam que têm mais facilidade para aumentar o nível de batimentos cardíacos ao utilizar uma bicicleta ergométrica vertical em vez da horizontal.

Qual dos dois tipos ajuda a queimar mais calorias?
Segundo o Dr. Daniel Pozarnsky, físico-quiroprático, na bicicleta ergométrica vertical mais músculos são trabalhados para exercitar-se. Já na bicicleta ergométrica horizontal, você trabalha menos músculos das costas e dos quadris para se estabilizar, para que o maior músculo da perna faça o trabalho. Acontece que o principal fator a se considerar para a perda de peso é quanto mais músculos você trabalhar por sessão maior será o metabolismo, o que aumentará a queima de calorias nos próximos dias.
O que se considera também é que, enquanto na bicicleta vertical você queima um número de calorias em ritmo moderado, na bicicleta horizontal você precisa de um ritmo bem mais intenso para queimar esse mesmo número de calorias. O importante é, na verdade, descobrir em qual dos dois tipos você se sente mais à vontade para se exercitar.

Dicas:
Nos dois tipos de bicicletas, há a opção de variar a carga.
Se for para a sua casa, a bicicleta ergométrica vertical ocupa menos espaço, caso espaço seja um problema.
Se for iniciante, deve começar com uma carga leve e ir aumentando a cada semana, bem como o tempo de pedalada.
Procure ter sempre o acompanhamento de um profissional, como um personal trainer, para garantir que esteja se exercitando da forma adequada.
Não se esqueça de fazer uma avaliação física antes de começar qualquer exercício.
Outro lembrete importante é que, junto aos exercícios, você deve ter uma dieta saudável. A queima de calorias e perda de peso varia para cada pessoa, portanto, se alguém lhe disser que emagreceu 3 quilos apenas na ergométrica, não significa que você também emagrecerá 3 quilos. É essencial lembrar-se disso, para não causar expectativas e depois gerar decepção e frustração.

 

Por Julio Bittar – Mundo Boa Forma